Menu Principal

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Uma breve história sobre os animes japoneses

Pode parecer estranho, mas a palavra anime é simplesmente uma versão curta da palavra japonesa para animação.


Conheça agora um pouco por trás da história dos animes japoneses, algo que certamente marcou a história da animação desse país e do mundo para sempre.

A História dos Animes e Mangas antes da Segunda Guerra Mundial


O Japão teve um período fascista no qual artistas eram censurados e restritos a criar propaganda para apresentações teatrais. Depois da guerra, os animes e o cinema afundaram devido aos danos do país na batalha. Com o avanço dos anos 50, a indústria de cinema japonesa começou novamente a florescer e diretores como Kurosawa e Ozu se tornaram famosos no mundo.

Em 1962, um artista de mangá chamado Osamu Tezuka publicou sua primeira obra animada. Com a chegada da televisão, logo tiveram um programa baseado no personagem de Tezuka, seu boneco com alma foi versado em Inglês e chamado de Astro Boy. 


Animes são únicos


O que faz um Anime único de qualquer outra animação nos EUA, por exemplo? Para começar, existe um número imenso de estúdios de animação no Japão e a indústria gigante de mangas [comic books] funciona como contratada das grandes empresas. Estes desenhos são uma fonte para histórias de animes em filmes, e os contos já foram largamente testados, o que faz com que tenhamos tantas histórias para comentar através dos tempos.

Os Animes contam uma história em uma série longa e você nunca terá certeza de como aquele anime em especial irá terminar. Não é incomum um personagem principal de um anime morrer, perder um ente querido ou falhar naquilo que está tentando fazer.

Os personagens dos animes podem ser mudados. Heróis podem mostrar lados maus e até mesmo cometer atos terríveis, embora se arrependam e expressem tais emoções. Além disto, em animes sérios pode haver um súbito evento engraçado, que pode fazer com que uma farsa tenha um trágico momento.


Detalhes dos Animes

Alguns dos detalhes mais interessantes sobre o anime são pedaços da cultura particular japonesa. Por exemplo, você poderá ver telas de papel shoji, sinos budistas ou pessoas removendo os sapatos quando entram em casa.

A figura dos pais no roteiro e o dever de fazer a coisa certa é forte. Existem valores tradicionais nos personagens como a sinceridade, perseverança e determinação em face da adversidade.


As produções japonesas e os livros gostam de ilustrar a passagem do tempo usando alegorias como uma folha caindo, neve derretendo ou uma flor desabrochando, mostrando um doce senso de tempo passando. Muitos animes carregam isto.

Por último, os efeitos cinemáticos são tais que a ação em um anime é de tal forma que parece que foi filmado com câmeras reais - o plano de fundo, ângulos, distância e profundidade estão presentes. As animações americanas são baseadas em fundos estáticos e o personagem se move em frente a este.


Efeitos Visuais convencionados do Anime

Uma testa suada. Uma piscadela de olho. Um sorriso nervoso. Expressões faciais são tudo para uma história de anime convincente. Azul brilhante é uma boa cor para cabelo espetado, grandes olhos inocentes e tranças tendem a mostrar uma personagem jovem; olhos próximos, um nariz exageradamente pontudo e ângulos retos levam a um ar de intensão para um jovem garoto com cabelos vermelhos - posicionamento e ângulo dando significado para a face. Adicione uma linguagem corporal exagerada e o anime dá ao personagem personalidade e estado de humor.


Riqueza de Gêneros

Outro ponto importante que vale destacarmos quando o assunto são animes é sua enorme variedade de gêneros, que vão desde animações para crianças até histórias mais complexas e elaboradas, com foco num público mais adulto.

Muita gente pensa que Shounen, Shoujo, Seinen e Josei são gêneros de animes e mangás, mas na realidade não são. Estes são os nomes das classificações dos públicos-alvos das produções, ou seja, determinando se aquele anime é indicado para qual faixa etária.

Shounen


Significa "menino" na livre tradução a partir do japonês. Este tipo de anime é direcionado ao público masculino jovem [adolescentes, principalmente], entre os 12 e 18 anos de idade. Esta é considerada a classificação mais popular de animes e mangás. A história dos animes shounen costuma ser focada no desenvolvimento e jornada do herói, que neste caso é do gênero masculino. 

Podem existir shounens de diversos gêneros e subgêneros [comédia, romance, etc], no entanto, os animes de ação são os mais comuns. Neste caso, também é constante a presença de estereótipos típicos deste gênero, como diálogos enormes ao longo das batalhas, por exemplo.

Alguns exemplos:
Naruto, Dragon Ball, Cavaleiros do Zodíaco, Bleach e One Piece são alguns dos animes Shounen mais conhecidos. 


Shoujo


Significa "menina" na tradução livre. Os animes Shoujo também são direcionados para o público jovem, mas principalmente do gênero feminino. A trama das séries costuma apresentar uma menina como protagonista, sendo as histórias mais focadas em dramas, romances e demais eventos que marcam o desenvolvimento da mulher.

Assim como os animes Shounen, os Shoujos também podem ser de diferentes gêneros, como o Mahō shoujo, um subgênero que apresenta personagens guerreiras e com poderes mágicos [a Sailor Moon é um bom exemplo]Além de Sailor Moon, outros animes que são bastante populares deste gênero são: Sakura Cardcaptor, Nana, Candy Candy e Colégio Ouran Host Club.


Seinen


Significa "adulto" ou "homem adulto". Como o nome sugere, estes animes são feitos para um público mais maduro, normalmente entre os 18 e 40 anos. Os Seinens são destinados ao gênero masculino, contendo temas complexos e que não seriam apropriados para os mais jovens. 

Conteúdo erótico e cenas com muita violência também fazem parte das produções Seinen. One Punch Man, Berserk, Ghost in the Shell, Tokyo Ghoul e Akira são alguns exemplos de animes Seinen de sucesso.


Josei


Significa literalmente "mulher". Assim como o Seinen, este tipo de anime é feito para um público adulto, mas do gênero feminino. Em suma, o Josei representa o amadurecimento do Shoujo, apresentando questões comuns do cotidiano das mulheres a partir de um ponto de vista realista.

Exemplos de Josei: Chihayafuru, Nodame Cantabile, Paradise Kiss, Natsuyuki Rendezvous e Usagi Drop.


Kodomo


Significa literalmente "crianças". São animes feitos com foco nas crianças, como o nome sugere, principalmente entre os 4 e 10 anos. 

As histórias Kodomo costumam transmitir importantes lições para os mais novos, como respeitar os mais velhos, por exemplo. Os enredos são simples e de fácil compreensão. A importância da amizade e a valorização de valores fraternais e familiares também são comuns neste tipo de anime.

Hamtaro, Pokémon, Beyblade, Doraemon e Heidi são alguns dos títulos mais populares de animes Kodomo.


Gêneros de Animes


A partir da classificação dos animes, estes ainda podem ser divididos em vários gêneros e subgêneros diferentes, de acordo com a temática ou estética que apresentam. Abaixo estão listados os gêneros mais comuns:

Shoujo-ai: histórias que se focam no romance entre garotas [sem cenas explícitas].

Bishoujo: são os animes que têm como personagem principal uma garota [ou grupo de garotas] muito bonitas.

Bishounen: são os animes com personagens masculinos que são considerados bonitos.

Kemono: anime onde os personagens principais são animais.

Mecha: animes com robôs gigantes. 


Ecchi: são animes que não apresentam um enredo muito elaborado e são destinados para maiores de 18 anos.

Gender Blender: animes que apresentam personagens que trocam de gênero [homem que assume personalidade de mulher e vice-versa].

Hentai: são os animes com cenas explícitas ou censuradas, normalmente com alguma carga de humor. 

Gore: são animes com muito sangue e violência, normalmente apresentando temáticas sombrias e sobrenaturais.

Slice of Life: são animes que se focam em histórias que contam o cotidiano do personagem, seja sobre toda a sua vida ou abordando apenas um período específico.


Aniparô: animes que fazem paródia de outros animes ou mangás.

Vida Escolar: histórias que se passam em ambientes escolares, com protagonistas que são estudantes.

Harém: animes que apresentam um protagonista do gênero masculino rodeado por outros do gênero feminino. Por norma, estes animes também costumam ser comédias românticas. O Gyaku Harem é uma espécie de "harém invertido", pois apresenta uma protagonista mulher que é cercada por homens, sendo estes apaixonados por ela.


E não para por aí. Existem muitos gêneros e subgêneros e nisso podemos incluir ainda a mistura entre eles, o que aumenta ainda mais o número de estilos totais e também o foco de determinada história. Entre outros estilos que são comuns e fazem sucesso estão o Sci-Fi [ficção científica], Comédia, Horror, Romance, Western [faroeste], Guerra, entre outros.

São por estes e outros mil motivos que nós amamos as animações japonesas.


Fontes Pesquisadas:



Se tiver gostado e quiser ver mais postagens dessa mesma Coleção, clique no álbum abaixo:


Isso é tudo, boa sorte e até o próximo post!


Não deixe de ver também:

Como surgiram os quadrinhos? Clique AQUI ou na imagem abaixo:


Conheça algumas verdades que irão desmistificar o seu romantismo da Idade Média. Clique AQUI ou na imagem abaixo:


E se fosse verdade? Se os Pokemons fossem reais! Clique AQUI ou na imagem abaixo:


Super Mario World em 81.032 Dominós. Clique AQUI ou na imagem abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo