Menu Principal

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Conheça a mesquita de Shah Cheragh, uma das mais belas do mundo

Quem já foi até o Irã conta que uma parada obrigatória por lá é o Shah-e-Cheragh, um complexo de templos na cidade de Shiraz.


Além de ser um destino de peregrinação para muitos fiéis, também chama muita atenção por causa do magnífico interior de seu templo, que brilha como se fosse todo revestido com estrelas. Confira!

Shiraz é uma cidade histórica, situada ao sudoeste do Irã, sendo a capital da província de Fars, e conta com mais de 1.700.000 habitantes. É conhecida por ser o lugar de nascimento de dois grandes poetas: Saadi e Hafiz, cujos livros são um dos mais importantes recursos literários do país. Além dos poetas, a cidade também foi berço de outros nomes importantes para a cultura islâmica da região, como Sibwie, Ibn, Moqata, Mula Sadra, Qotb ao Din Shirazi, e outros.

A tradução de Shah Cheragh para o português quer significa algo como “Rei da Luz”, e é onde está localizado o túmulo de Amir Ahmad e Mir Muhammad, que são descendentes do profeta Muhammad. Por fora pode até parecer bem simples!


Mas por dentro é deslumbrante:












A beleza das mesquita é espetacular, como se fosse um oásis de visual deslumbrante, com religiosidade e tranquilidade no meio do conturbado Oriente Médio. O interior é todo brilhante, como se uma bola de discoteca tivesse explodido dentro dele, tendo toda a superfície das paredes cobertas com cacos de vidro e espelho.

Shah Cheragh surgiu primeiramente como um monumento fúnebre. Conforme conta sua história, por volta do ano 900 depois de Cristo, um andarilho chegou ao local e viu uma luz misteriosa que brilhava por lá.

Então, ao procurar de onde ela vinha, acabou encontrando um túmulo luminoso, que, quando foi escavado, continha o corpo de uma importante figura muçulmana da época em uma armadura. Com isso, o local se tornou um grande ponto de peregrinação popular para os muçulmanos xiitas, e uma estrutura de cúpula foi criada para abrigar o túmulo.


Com o passar dos séculos, o templo foi ampliado e ornamentado com itens religiosos e outras instalações adicionadas ao complexo. Porém, o visual todo brilhante proporcionado pelo efeito dos cacos de vidro e espelhos só veio a partir do século 14, quando a rainha Tash Khatun queria que a luz da mesquita fosse intensificada em milhares de vezes. É algo assim que veríamos ao entrar nessa magnífica mesquita:



Incrível, não é?



Se tiver gostado e quiser ver mais postagens dessa mesma Coleção, clique no álbum abaixo:



Ou então nesse mapinha, que te levará a uma espécie de índice onde estão citados todos os destinos do Blog:


Ao adentrar nessa mesquita vale a pena seguir alguns avisos...



O Irã é um país extremamente religioso, e para entrar no templo algumas regras devem ser seguidas:

- A visita é dividida em grupos masculinos e femininos;
- As mulheres devem estar cobertas com a vestimenta tradicional e também com algo que cubra o cabelo;

- Em alguns locais determinados não se pode registrar nenhuma foto ou vídeo.

Fontes Pesquisadas:


Isso é tudo, boa sorte e até o próximo post!


Não deixe de ver também:

- Conheça alguns Palácios Luxuosos pelo Mundo. Clique AQUI ou na imagem abaixo:




- Conheça alguns incríveis Templos Budistas espalhados pelo Mundo. Clique AQUI ou na imagem abaixo:



- 5 Pessoas que dizem ser a Reencarnação de Cristo. Clique AQUI ou na imagem abaixo:



- Conheça 8 lugares abandonados que você nunca ouviu falar. Clique AQUI ou na imagem abaixo:


Um comentário:

Botão Voltar ao Topo