Menu Principal

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Campos do Jordão - SP [04 a 08 de Janeiro de 2017] - Parte 9

Essa é a continuação do passeio que fizemos a Campos do Jordão, em São Paulo.


Nessa parte realizamos um City Tour de Jardineira pela cidade e depois de todo o tempo passado aqui chegou nossa hora e partimos de de volta para BH.


Se tiver caído aqui e desejar ver as outras partes do passeio, basta clicar em um dos botões abaixo:


Continuando com o passeio...

Sábado, 07 de Janeiro de 2017
[Continuação]

Mirante do Morro do Elefante

Depois que vimos o elefante fomos até o mirante, que estava próximo dali.




O mirante é bem amplo e dele é possível ter uma vista panorâmica de boa parte da cidade, em especial da Vila Capivari, da Vila Abernéssia e da Jaguaribe. O lugar conta também com alguns vendedores e um que se destacou foi o que escreve o nome em grãos de arroz, mas como estávamos super apressados não fechamos nenhum negócio com eles!



Eis a vista desse mirante:




Vale lembrar ainda que é possível subir e descer usando o teleférico. No topo está o Morro do Elefante [onde nós estávamos] e a parte de baixo está próxima à Vila de Artesanato e à Galeria Capivari.

Tour pela Área Residencial de Campos do Jordão

Quando voltamos pro nosso trenzinho da alegria [que não era bem um trem, e sim um ônibus, conhecido também por Jardineira Turística] começamos a segunda parte do passeio, que seria um City Tour pela área residencial e hoteleira de Campos do Jordão, razoavelmente bem longe de onde estávamos agora.



Começamos descendo a rua em que viemos para o Morro do Elefante, e depois a Jardineira fez mais algumas curvas e agora sim estávamos na área residencial da cidade.











Pelo caminho vimos muitas mansões, pousadas, hotéis e conjuntos residenciais, aprendemos um pouco sobre alguns lugares com o guia do passeio [um jovem adolescente que sempre brincava muito e contava boas piadas, deixando o passeio bem divertido]. Chegamos a avistar até a residência de pessoas famosas, como a do falecido Zé do Caixão e até mesmo onde mora o atual prefeito de São Paulo, o João Dória [Ano de 2017].

E como já conhecido dessas bandas o menino citou novamente sobre o dito popular das árvores canadenses daqui, mas infelizmente nenhuma folha caiu na minha cabeça de novo!



No final do passeio o menino nos agradeceu e deu um saquinho pedindo doações. Como o pessoal gostou muito encheram bem o saquinho que ele carregava [e o curioso é que ele pediu assim: quem não quiser doar nada não tem problema, só peço que não tirem dinheiro do meu saquinho]. E finalmente descemos da Jardineira, passeio terminado.

Passeando na parte de baixo do Morro do Elefante

Como nosso hotel estava bem próximo do Morro do Elefante, resolvemos ir para a área do Teleférico novamente, isto é, a parte de baixo do Morro do Elefante.


Dessa vez ele estava aberto, já que aos sábados fechava um pouco mais tarde, então entramos pra ver se a gente achava mais alguma coisa.




No lugar havia alguns enfeites, como esse elefante e a lagoa dos patinhos , super formosa. Novamente os patos não estavam abertos quando chegamos, nem o teleférico estava funcionando. Porém reparamos que ali existia outra galeria que a gente não tinha percebido antes, e resolvemos passear um pouco por ela.










Deu até pra aproveitar e pedir pra alguém tirar a nossa foto numa réplica de um trem.


Novamente começou a chuviscar, mas nada que nos atrapalhasse. Continuamos andando e assim que saímos dali avistamos mais uma galeria, então fomos pra lá.



Aqui a Luciana encontrou o que estava procurando, uma camisa para dar de presente para o Lolô. Assim que compramos voltamos pra nosso hotel usando o guarda-chuva, já que a chuva tinha aumentado um pouco.


Fazendo as malas

Já em nossos quartos a Lu arrumou boa parte das coisas enquanto eu tentava [ainda em vão] salvar as fotos da câmera para o PC, que eu havia perdido, o que até o momento não tinha dado certo já que o computador sequer enxergava que tinha uma câmera conectada nele.

[Mais tarde, após dezenas de tentativas e pedir ajuda ao meu pai e meu irmão consegui me virar e dar um jeito. Sempre dava um erro, mas conseguia salvar ao menos uma foto. Ao repetir esse processo por mais de 100 vezes finalmente consegui recuperar todas as fotos que eu tinha perdido na câmera.]


Depois de tentar bastante e de finalmente arrumar um pouco as minhas coisas, preparei uma foto na cama com tudo que a gente tinha comprado nessa viagem [e ainda não tinha comido].


Mas a Luciana não gostou e fez uma arrumação muito melhor do que a minha, dispondo as coisas numa mesa redonda do nosso quarto.


Para um lugar tão caro até que compramos bastante!

Como era nosso último dia por aqui e ao analisar as contas vi que gastamos um pouco mais do que o orçamento que eu tinha separado para a viagem, às 20:30h resolvemos ir até o restaurante do 1º andar do hotel e pedimos apenas simples hambúrgueres com refri pra economizar um pouco na conta.


Com certeza esse foi o lanche mais barato de toda viagem, apesar de ter sido bem simples. Esse foi nosso último dia de passeio em campos e antes de voltar pro nosso quarto aproveitamos pra verificar o aviso da São José, já que no outro dia deveríamos acordar bem cedo pra nos preparar pra volta a BH.


Fim do dia.

Domingo, 08 de Janeiro de 2017

O dia amanheceu um pouco frio e com neblina, então aproveitei pra tirar a última foto da janela de nosso quarto.


Como em todos os dias nos divertimos muito e fizemos muita coisa acabou que o tempo passou bem rápido e num piscar de olhos já estava na hora de voltarmos! Nos arrumamos e deixamos nossas coisas de prontidão, e dado o tempo da programação colocamos as malas na porta, conforme nos pediram.




Algumas coisas tivemos que levar conosco, enquanto outras puderam ser deixadas dentro de nossas malas. Às 7:20h já descemos pra esperar o restaurante abrir e não só a gente como muitas outras pessoas do nosso grupo tinham feito o mesmo.


Assim que o restaurante abriu lanchamos pela última vez no hotel e descemos até a recepção rapidamente para fazer o Check-out e pagar o que estava pendente pra não ficarmos agarrados na fila.



Tiramos nossa Selfie na recepção do hotel e partimos, rumo ao nosso ônibus.

Partindo para casa


Enquanto eu estava hospedado no Parque Hotel não cansava de ter visto essa cena da rampa do hotel por inúmeras vezes, pois a cada vez que isso acontecia a gente fazia algum passeio bem divertido e interessante. Mas como que tudo que é bom acaba chegou a nossa vez de voltar pra casa. Então entramos em nosso ônibus, e conforme o horário planejado [08:45h] partimos.


E antes de sair completamente da cidade o ônibus da São José fez uma parada pra que pudéssemos contemplar o Portal de Campos do Jordão.





E continuamos a viagem de volta.




Quase às 12:00h o ônibus fez a parada no Graal Boa Vista pra podermos almoçar.





Como sei que não me dou bem com balanças [e aqui ainda era bem caro = R$ 6,80 cada 100 gramas - Preços de 2017], me controlei ainda mais e coloquei o mínimo possível no prato, pedindo um churrasco pra salvar!

A comida estava bem gostosa e o tempero delicioso. Dado o horário voltamos pro ônibus, esperamos os colegas e seguimos nosso caminho novamente.







Às 15:30h fizemos nossa última parada em Oliveira e ás 16:10h o ônibus seguiu direto sem nenhuma outra parada até Belo Horizonte.






Fomos passando por várias cidades e às 18:30h descemos próximos ao Terminal JK [não foi possível desembarcar ali porque nesse horário o Terminal estava lotado de pessoas que fariam passeios pra outros lugares, não só da São José, como também das outras empresas que ficam ali].


Esperamos um pouco a muvuca e pegamos nossas malas. E dali seguimos até um ponto próximo para pegar o coletivo pra minha casa. Depois disso ainda levei a Luciana em seu ponto, nos despedimos e voltei pra minha casa outra vez. Fim da viagem.

Recompensas:

Dessa vez consegui adquirir esses Souvenires de viagem.

Souvenir de Campos do Jordão, SP

Souvenir de Aparecida, SP.
Souvenir dos Jardins Amantikir, em Campos do Jordão, SP.
Souvenir do Morro do Elefante, em Campos do Jordão, SP.
E minha coleção completa ficou assim:



É! Ao que parece o espaço que separei pra coleção começou a ficar apertado de tantas lembranças de viagens!


Se deseja conhecer outras postagens dessa mesma coleção, clique no álbum abaixo:


No mais é isso, relato finalizado!


Boa sorte e até a próxima viagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo