Menu Principal

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Campos do Jordão - SP [04 a 08 de Janeiro de 2017] - Parte 4

Essa é a continuação do passeio que fizemos a Campos do Jordão, em São Paulo.


Nessa parte do relato estávamos visitando Aparecida (SP) e fomos até o Centro de Compras. E ainda tivemos tempo de conhecer o Cine Padroeira e o Museu de Cera.


Se tiver caído aqui e desejar ver as outras partes do passeio, basta clicar em um dos botões abaixo:


Continuando com o passeio...

Sexta-feira, 06 de Janeiro de 2017
[Continuação]

Comprando nas Galerias

Até mesmo o caminho para chegar ao Centro de Compras é um pouco longo, já que estávamos bem longe do Centro de Compras e a área turística de Aparecida é imensa.





O Centro de Compras conta com mais de 200 lojas dos mais variados tipos: lembranças e artesanatos em geral, artigos religiosos, vestuário, bijuteria e joias, brinquedos dos mais variados tipos e muito mais coisas. Então começamos a caminhar pra ver o que tinha de interessante e chegamos até a comprar algumas coisinhas.










Eu comprei uma lembrancinha bem legal de Aparecida. Já a Luciana comprou uma bolsa pra ela, alguns enfeites pra sua mãe e também uma plaquinha para o boteco do seu pai.




E aproveitou ainda para comprar mais uns 2 brincos em uma das lojas. Como estávamos com muita fome, seguimos para a Praça de Alimentação para procurarmos alguma coisa pra comer.



Ali até topamos com o guia da São José e conversamos um pouco com ele, e caçamos algum lugar para almoçar. O que mais chamou a minha atenção foi alguém gritando "Churrasco, Churrasco, prato feito com churrasco". Então fomos para o estabelecimento, que estava bem cheio, colocamos as coisas na nossa bandeja, o churrasco, enfrentamos mais filas e seguimos para uma mesa vazia para comer.



Que, que, que ... que ... horrível! A comida estava fraquíssima, uma das linguiças estava mucha e até eu que sempre limpo o prato deixei comida sobrando, porque estava com medo de passar mal com a comida. Mas pelo menos deu pra matar a fome e dali andamos até uma construção branca gigantesca que estava chamando a nossa atenção.

Cine Aparecida e Museu de Cera


Ao perguntar para as pessoas me disseram que essa construção abrigava o Museu de Cera. E já na entrada ele começa a ficar bem interessante.






Existe uma réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida, alguns Padres de Cera e duas árvores enfeitadas com um mascote para tirar fotos com as crianças, além de uma réplica do bondinho de Aparecida e uma lojinha.

Como tínhamos subido no Bondinho, a gente havia recebido o ingresso para o Museu de Cera, então tive de comprar apenas o ingresso do cine padroeira. Subimos o elevador, esperamos a sessão começar e entramos numa salinha para assistir um filme contanto toda a história da padroeira.


Não era permitido tirar fotos de dentro do local do cine, então vou colocar apenas o poster...


E duas imagens de como era o cinema por dentro, que foi divulgada por algum jornal local.



O filme conta sobre a história de como a imagem da Santa foi encontrada, dos milagres que foram realizados perante dela ao longo do tempo e também do processo de construção da Basílica de Aparecida. Quem vende os ingressos orienta as pessoas que vejam primeiro o filme e depois entrem no museu de cera, então fomos pra lá [com certa pressa porque nosso horário estava quase estourando].



O Museu de Cera basicamente retratava algumas cenas importantes do filme que tínhamos visto, com mais algumas informações adicionais. Essa imagem dos três pescadores, por exemplo, retrata o seguinte:





A cada imagem era retratada alguma proeza relacionada a imagem de Nossa Senhora.






Outra coisa legal de se fazer é tirar uma foto representando você no rio, encontrando a imagem de Nossa Senhora Aparecida.



Aqui a organização tira três fotos: na primeira a pessoa segura a rede dos pescadores, na segunda encontramos a imagem, e na terceira levantamos as mãos agradecendo.



Ficar com todas as fotos custa algo em torno de R$ 20,00 [Valores de 2017], mas é possível diminuir o valor levando menos fotos para casa. Como tinha dito antes preferi levar todas porque achei o trabalho dedicado aqui super interessante.

E claro, para ficar mais completo também existiam muitas informações adicionais que não passaram no filme da Padroeira, como essas imagens de cera abaixo:







Dava até para tirar fotos ao lado de padres de cera que foram importantes para a história de Aparecida.


E quase saindo do museu, existe uma homenagem em estátuas de cera de famosos devotos, santos e bispos brasileiros.




E o passeio pelo museu termina assim que passamos pela catraca eletrônica.


Saindo naquela lojinha que tínhamos visto antes de entrar nesse prédio.


Voltando para o Ponto de Encontro

Estávamos super com pressa porque deveríamos voltar ás 13:45h e já estava quase dando o horário, então corremos até o Ponto de Encontro e infelizmente nem deu tempo de ir até um dos pontos para comprar a água benta para a mãe da Lu, que é católica.




Para quem estiver com crianças Aparecida ainda conta com um parque principal e muitos outros brinquedos espalhados pelas proximidades de seus pontos turísticos.


Parque principal do Estacionamento.
Brinquedos próximos ao Memorial da Devoção N.S. Aparecida [onde há o Cine Padroeira e o Museu de Cera].
Essa foi a plaquinha que compramos pro boteco do pai da Lu:



E partimos no horário correto, de volta para Campos do Jordão.


Clique AQUI ou na imagem abaixo para ver a próxima parte do relato:


Clicar: [PARTE 05]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo