Menu Principal

sábado, 23 de abril de 2016

Viagem Teneré 250cc de Minas Gerais até o Uruguai

A moto é um dos veículos mais práticos e gostosos para realizar viagens mais longas que fazem do trajeto uma verdadeira aventura, afinal, é possível parar onde quiser e a mobilidade desse veículo permite que o condutor tenha acesso até nas estradas mais difíceis e sinuosas.

Partindo de Casa, em Contagem - MG
Essa é a ideia do Quero ir Lá de hoje, que irá mostrar viagens incríveis realizadas com esse veículo tão prático, começando, primeiramente, com um exemplo bem próximo de mim.

Uruguai, Argentina, Paraguai e Sul do Brasil, de motoca
Quem fez essa viagem: Fernando e Carolina.
Moto usada: Teneré 250 cc.


Nando e Carol
Meu irmão caçula resolveu sair do seu cafofo tranquilo com sua esposa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte e fez uma viagem que foi uma verdadeira aventura, passando por diversos Estados Brasileiros e dando uma passada rápida por outros países como a Argentina e o Paraguai. Até que chegou ao Uruguai, seu ponto final, e assim realizou todo o percurso de volta, passando por outros locais diferentes para aproveitar melhor a viagem!

Vale lembrar que ele não usou uma moto assim tão parruda, provando que é possível realizar viagens incríveis mesmo usando uma moto mais simples, o que vale mesmo é ter dedicação e se preparar para uma boa dose de aventura.

E agora, algumas fotos da viagem:

Registro, SP:



Parando em algum ponto da estrada:



Bauru, SP



Praia de Itapema, SC


Pousando para uma boa foto:


Na praia, mas morrendo de frio!
E lavando a motoca pra poder continuar a viagem:


Chuí, RS - Na fronteira do Brasil com o Uruguai



Los Dedos, Punta del Este - Uruguai



Forte Santa Teresa, Castillos, no Uruguai


Antes do Forte: Reduzindo a velocidade para não tombar nas vacas!



Descendo da moto e turistando nas redondezas!







Passando pela fronteira do Brasil com o Uruguai novamente:


Em algum ponto de Lagoa Mirim, RS





Arena do Grêmio, PR



Orleans, SC



Entrando na Serra do Rio Rastro, SC







Esse é um dos lugares mais bonitos do Brasil, mas ... nesse dia estava pura neblina!





Parada na Arena Condá, em Chapecó, SC

O Nando é um torcedor nato e gosta muito de conhecer outros estádios, já chegou até a pegar o ônibus de torcida e ir de Belo Horizonte até a Argentina de Ônibus junto com a galera da torcida de seu time!



Após mais um bocado na estrada, ficaram perdidos, mas nada que um mapinha e o bom GPS não resolvam!



Resolvido o problema, hora de pegar a estrada novamente!



Visitando Puerto Iguazu, o lado argentino das cataratas.
Obs.: Escreve desse jeito, mas se pronuncia Puerto Iguaçú, como no Brasil, isso se acontece devido a pronúncia da letra "z" em espanhol, que mais parece com o nosso "ç" por aqui.




Deixando a câmera no jeito pra tirar uma boa foto das cataratas:



Pode parecer que eles pediram ajuda para que os outros tirasse as fotos para ele, mas em boa parte do percurso os dois estavam sozinhos na estrada bem no meio do nada, então o meio que o Nando arrumou foi fazer esse suporte improvisado com os galhos, assim ele programava a câmera para tirar a foto alguns segundo depois, corria pro local e se ajeitava pra tirar uma boa foto. O resultado foi o que vocês viram nas fotos acima.







Daqui, nada melhor do que visitar o país vizinho, o Paraguai, e fazer algumas compras em Punta de Este!



Atravessando a Ponte da Amizade, entre o Brasil e o Paraguai:





Marco Três Fronteiras, entre o Brasil, a Argentina e o Uruguai:



Itaipu Binacional:





Sim, você vai em outro país, faz quase uma volta pela América do Sul e quando resolve pedir ajuda pra que alguém tire a foto pra você ela faz isso: come uma letra do lugar que você foi. Muito foda! E o pior é que antes ele tinha acabado de tirar uma boa foto de Itaipu pra essa mesma pessoa que ele ajudou.

Borborema, SP

Depois de mais horas a fio na estrada, hora de comer um lanchinho:



O lanche foi tanto que sobrou pra de noite e ainda tiveram que jogar o resto fora porque não deram conta de comer tudo!



Passando a noite em Araxá, MG:



E acordando com o barulho de um pica-pau que estava picando o retrovisor da moto!



Quase chegando em casa - Aproveitando a vista, em Bom Despacho, MG




E é isso aí, foi um total de 6.482,7 km rodados de muita história pra contar.


Se tiver gostado e quiser ver mais postagens dessa mesma Coleção, clique no álbum abaixo:



Ou então nesse mapinha, que te levará a uma espécie de índice onde estão citados todos os destinos do Blog:


Se quiser, aproveite e veja o vídeo que é basicamente um resumão dessa viagem: A música buga no final, mas nada que atrapalhe o encanto dessa viagem incrível!


Até a próxima viagem!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo